O que é sustentabilidade ambiental?

Tenda, Postado em 17 de novembro de 2021 | 3 min de leitura
Crédito da imagem: Lorem ipsum dolor sit amet

Por muito tempo, o termo sustentabilidade ambiental foi confundido com preservação da natureza. Porém, por mais que conservar nossos recursos naturais seja uma das premissas de um mundo mais limpo e saudável, o conceito de crescimento sustentável é mais amplo e envolve também outras diretrizes.

Foi na década de 1980 que se estabeleceu a definição global do conceito de desenvolvimento sustentável, marcando a relação entre a humanidade e o ecossistema desde então. 

Benefícios para o meio ambiente e para todos

Então, afinal, o que é sustentabilidade ambiental? É um conjunto de ações e iniciativas que incluem desde órgãos governamentais e empresas privadas até os cidadãos, em prol de um uso responsável e consciente dos recursos naturais.

Esse esforço coletivo visa trazer benefícios não só ao meio ambiente, mas também a toda a sociedade. No Brasil, a importância da sustentabilidade ambiental é ainda maior, visto que o país sofre com grande poluição, desmatamentos e defasagem na reciclagem de lixo.

Pequenos passos, como a instauração de uma coleta seletiva, por exemplo, podem ter impacto extremamente positivo no conjunto. É fundamental que todos estejamos unidos para um desenvolvimento realmente sustentável. Para isso, vamos entender um pouco mais sobre o tripé da sustentabilidade.

Tripé da sustentabilidade ambiental

A frequente exploração desenfreada dos recursos naturais causa não somente impactos na natureza, mas também influencia nossas relações sociais e econômicas. Enchentes em áreas urbanas ou mais afastadas, por exemplo, têm consequências, muitas vezes, devastadoras devido à interferência humana. 

Essas consequências vão desde comércios baixarem as portas até famílias que já vivem em situação de vulnerabilidade social ficarem desabrigadas. Assim, é de suma importância entendermos que, para haver sustentabilidade ambiental, devemos alinhar os três pilares que a compõem.

Pilar ambiental

O consumo desenfreado dos recursos disponíveis na natureza pela humanidade acarreta esgotamento deles e afeta diretamente as relações sociais, econômicas e ambientais. Por isso, é fundamental usar os recursos naturais para suprir as nossas demandas sem comprometer as necessidades das próximas gerações.

Pilar econômico

Algumas marcas levam o assunto sustentabilidade ambiental como valor dentro da própria empresa. Pensando a curto, médio e longo prazo, é a forma como buscam crescimento econômico de forma sadia. 

sustentabilidade ambiental

Há empresas que praticam um conjunto de ações que visam alcançar o bem-estar do consumidor e agregar valor à forma como o público a enxerga. Nesse sentido, o processo de sustentabilidade começa na seleção consciente dos elementos utilizados na produção.

Não se atendo apenas à produção, marcas têm ido além no engajamento com o meio ambiente. Assim, a distribuição se tornou um fator importante para planejar de forma sustentável. Um exemplo disso é o sistema de distribuição reversa, que faz a embalagem de diversos produtos retornar à empresa após o consumo.

Pilar social

É imprescindível que características como a solidariedade e a humanidade façam parte da nossa rotina, pois, fazendo escolhas saudáveis, não impactamos as outras pessoas de forma negativa.

Podemos dizer que um lixo descartado de forma incorreta, por exemplo, não afeta apenas o meio ambiente, mas ocasiona em enchentes que, nas áreas urbanas, fazem famílias perderem móveis ou até mesmo a moradia.

Dessa forma, a preocupação com a natureza gera uma melhor qualidade de vida na sociedade como um todo. Porém, para atingirmos essa prática, é necessário pensar nossas ações de maneira coletiva e consciente. No Brasil, por exemplo, contamos com algumas leis que visam à proteção ambiental.

Leis ambientais no Brasil

Com a rápida transformação dos solos, águas, atmosfera e até dos animais, foi necessário implementar ações positivas em prol do desenvolvimento sustentável. Nesse sentido, as leis servem como um importante mecanismo de defesa do meio ambiente e têm também a finalidade de assegurar uma existência digna para o homem, com boa qualidade de vida na terra para todos os seres que a habitam.

O artigo 225 da Constituição Federal Brasileira propõe o direito comum ao meio ambiente ecologicamente equilibrado e impõe o dever de defendê-lo e preservá-lo ao poder público e à coletividade.

Para garantir que as leis ambientais do ordenamento jurídico brasileiro sejam cumpridas, foi sancionada a Lei 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, que dispõe sobre as sanções penais e administrativas em relação a danos causados ao meio ambiente brasileiro.

Ainda assim, sabe-se que o tema deixou de ser apenas uma causa importante para organizações governamentais e se tornou assunto global, envolvendo todos os segmentos. Porém, a discussão entre empresas e governos sobre um crescimento sustentável, ainda está longe de atingir uma solução. Portanto, como cidadãos devemos também começar a pensar e agir para auxiliar esta causa.

Como você pode ajudar?

Um passo simples e fácil para começar a ajudar o meio ambiente é saber os 3 Rs, você conhece? Os 3 Rs são: reduzir, reutilizar, reciclar. São ações cotidianas que colaboram muito para um mundo mais sustentável.

Para reduzir, você pode, por exemplo, imprimir menos folhas ou evitar usar impressos. Para reutilizar, você pode pegar caixas de leite e reaproveitá-las como um porta-canetas. Já para reciclar, separe sempre o lixo de forma adequada em lixeiras recicláveis.

Veja mais dicas do Tenda Atacado sobre como ser mais sustentável

O Tenda Atacado traz em nosso blog várias dicas sobre sustentabilidade ambiental e como esse tema está ligado ao nosso dia a dia. Mantenha-se informado e saiba como é fácil contribuir de maneira positiva com o meio ambiente.

Compartilhe nas suas redes

Tenda Atacado - CNPJ 01.157.555/0011-86
Endeço: Rua Professor João Cavalheiro Salém. nº 365
CEP 07243-580 / Guarulhos - SP