Primeira palavra do bebê: tudo sobre esse momento

Tenda, Postado em 18 de julho de 2021 | 3 min de leitura
Crédito da imagem: Lorem ipsum dolor sit amet

A primeira palavra do bebê é um dos momentos mais aguardados pelos pais. Afinal de contas, é a partir dali que eles aprimoram o desenvolvimento da fala, podendo contar como estão se sentindo e o que os incomoda. Embora esse processo aconteça por volta dos 12 meses, ele se inicia muito antes.

O processo de aprendizagem começa a partir da observação que as crianças fazem dos sons das vozes ao seu redor. Mas não para por aí, já que elas também analisam o movimento que os adultos fazem ao falar. Se interessou pelo assunto? Veja informações mais detalhadas abaixo!

Desenvolvimento da fala do bebê

O estímulo dos pais é um ótimo auxílio para o desenvolvimento da primeira palavra do bebê. Contudo, o recomendado é que esse apoio seja dosado. É importante entender que cada criança tem o seu tempo. Além disso, quanto maior for a expectativa, maiores são as chances de que ela se sinta pressionada e se isole.

Para entender melhor como se dá o processo de aprendizado, separamos como funciona o desenvolvimento das crianças desde o primeiro mês de vida. Dessa forma, é possível saber como ensinar o bebê a falar de forma prática e efetiva. Confira!

Nascimento da comunicação

Após o nascimento, a primeira forma que o bebê usa para se comunicar com o mundo é o choro. Durante os primeiros meses, é comum que ele chore para informar que está com fome, quer carinho e atenção ou precisa de uma troca de fralda. Com o passar dos dias, os pais vão entender melhor as necessidades do pequeno.

Por volta dos dois meses de idade, o pequeno começa a brincar com a funcionalidade da laringe. Para isso, ele sussurra, murmura e faz sons que reverberam na parte de trás da garganta. É nessa fase que começam os primeiros balbucios, alegrando toda a família.

Repetição de sílabas

Aos quatro meses, as vogais “a” e “e” passam a aparecer. Já no mês seguinte, o pequeno começa a produzir consoantes, como as famosas sílabas “gu gu dá dá”. Nessa etapa, o bebê adota sua língua materna. Para estimulá-lo, repita os balbucios, isso o deixará mais seguro para continuar.

A partir dos seis meses, a criança repete sílabas terminadas em “a”, como “papapa”, “mamama”, “dadada”, entre outras. Vale lembrar que, nessa etapa, o bebê ainda não tem noção sobre o significado das palavras. A boa notícia é que os pais podem ajudá-lo, incentivando a falar palavras como “mamãe” e “papai”.

Primeiras palavras

Por volta dos nove meses, o bebê começa a pronunciar sílabas separadas, ou seja, sem a repetição que usava nos meses anteriores. A partir daqui, aos poucos, ele vai compondo seu vocabulário até chegar ao tão esperado momento do bebê falando mamãe ou papai com todas as letras.

A primeira palavra do bebê geralmente surge por volta do primeiro aninho. Caso não seja “mamãe” ou “papai”, não se decepcione. Antes de qualquer coisa, o pequeno precisa designar aquilo que esteja ou não ao seu alcance. Se ele não te chamar, significa que você está sempre disponível para ajudá-lo.

processo de aprendizagem

A compreensão da língua materna pode progredir antes mesmo da fala. No primeiro ano, ele passa a entender sentenças curtas, como “venha”, “pegue seu brinquedo” etc.

Aprimoramento do aprendizado

Quando o bebê começa a falar, ele fica tão encantado com essa nova habilidade que começa a apontar para os objetos a fim de descobrir o nome deles. Responda às questões e nomeie cada coisa para ajudá-lo a ampliar seu vocabulário.

Aos 18 meses, o pequeno passa a dominar de 10 a 20 palavras e começa a combiná-las entre si. Um exemplo comum disso é o bebê falando “mais leite” ou “papai saiu”. Caso ele erre na pronúncia de palavras, diga outra frase após a dele, pronunciando da forma correta.

Aumento no vocabulário

Entre o primeiro e segundo ano, seu filho progride o aprendizado espontaneamente. Esse desenvolvimento é tão eficiente que, ao completar 24 meses, a criança passa a ter um vocabulário rico, com até 300 palavras. Inclusive, ela começa a informar quando está com fome.

Normalmente, nessa etapa da vida, é comum que seu filho fique tagarela e queira conversar sobre tudo. Isso acontece porque ele quer aprimorar o conhecimento das palavras e a pronúncia da língua materna. Nessa fase, ele é capaz de formar sentenças simples com o verbo infinitivo, como “João come bolo”.

Aos três anos, os elementos fundamentais para a língua materna são adquiridos, mesmo que a pronúncia da criança ainda precise ser aprimorada. Aqui, seu filho pode conjugar verbos, criar frases longas e usar corretamente os tempos verbais. Ele também pode surpreender com expressões que um adulto falaria.

Saiba mais sobre o mundo dos bebês com o Dicas Tenda!

Gostou de saber como acontece a primeira palavra do bebê? Aqui, no Dicas Tenda, temos diversos outros conteúdos voltados ao desenvolvimento das crianças, sendo uma ótima recomendação de leitura para os papais de primeira viagem. Confira nossas novidades e aprimore seus conhecimentos!

Compartilhe nas suas redes

Produtos relacionados

Fraldas Pampers Supersec Jumbo M 90 Unidades

R$ 66.09 confira

Fraldas Tripla Proteção Hiper M Huggies 92 Unidades

R$ 49.4 confira

Fraldas Pampers Supersec Jumbo G 80 Unidades

R$ 66.09 confira

Fralda Supreme Care Hiper XXG Huggies 52 Unidades

R$ 77.79 confira

Fraldas Pampers Supersec Jumbo XXG 64 Unidades

R$ 66.09 confira

Fralda Supreme Care Hiper G Huggies 64Unidades

R$ 77.79 confira

Lenço Umedecido Upa Bebê 60 Und

R$ 5.19 confira

Fralda Roupinha Supreme Care Hiper XG 48un Huggies

R$ 77.79 confira
Tenda Atacado - CNPJ 01.157.555/0011-86
Endeço: Rua Professor João Cavalheiro Salém. nº 365
CEP 07243-580 / Guarulhos - SP